O começo de um grande amor

Click to this video!

Olá, me chamo Cláudia tenho 21 anos e trabalho em um escritório de advocacia, sou solteira, morena clara, olhos e cabelos castanhos, magrinha mas tenho curvas típica de uma mulher brasileira, meu chefe é um homem muito exigente, porém muito lindo, Branquinho, lábios rosados, olhos castanhos, cabelo preto, forte, alto, com os seus 30 anos de idade de nome Antony, divorciado de uma mulher intrigante há mais ou menos 2 anos. Eu sempre tive atração por ele, e sempre que ele me chama em sua sala, me pego viajando pelo corpo dele, e fico molhadinha de tanto tesão por esse homem. Certo dia ele me chama em sua sala para avisar que terá uma reunião com todos e que eu também terei de ir. Chegando o dia dá reunião todos estávamos sentados em volta de uma grande mesa na sala de reuniões, assim que o meu chefe chegou logo começaram a reunião para discutir a respeito de dados estatísticos dá empresa, balanços e etc.. enfim uma chatisse..Após o término dá reunião todos foram saindo, eu também peguei a bolsa mas quando estava indo em direção a porta ele me chama
Ele: Srt Cláudia ainda vou precisar dos seus serviços.
Meu coração quase sai pela boca, pois iria ficar sozinha na empresa com aquele homem maravilhoso, mas que pro meu azar era o meu chefe.
_Certo, mas não poderia deixar para amanhã? Estou cansada e já são 21:00 e também estou com fome.
Ele: Isso não é problema, posso pedir uma pizza pra comermos agora, qual sabor a Srt escolhe?
Poxa… Ele me olhando com aquele olhar sedutor, fiquei nervosa por um instante, e respondi com poucas palavras.
_ Já que é assím, eu aceito, quero de frango com borda de catupiry.
ele me olha com cara de espanto
Ele: A Srt come muito mesmo? Ou é só a fome? (Com um ar de riso no rosto)
_ Em primeiro lugar vamos deixar de me chamar de Srt porque só estamos nós dois aquí, e não eu não como muito, é apenas a fome.
_ certo Cláudia não irei mais te chamar de Srt quando estivermos a sós.
Em seguida ele telefona e pede a pizza após o feito coloca novamente o telefone sobre a mesa e pede que eu me sente porque quer ter uma conversa comigo.
_ Então.. Cláudia vou direto ao ponto, desde que eu me divorciei, fiquei na minha não tive namoradas exceto algumas peguetes, mas também confesso que sempre desejei você, pois te considero uma mulher bonita, educada e bem respeitada por todos a sua volta.
Faço a de surpresa, porque eu realmente fiquei estática, como assim ele sempre me desejou? Caramba.
_ Mas o que você quer com essa conversa Antony? Pensei que estivesse pedido pra eu ficar para resolver coisas do escritório e não pra falar sobre mim.
_ Isso foi apenas um pretexto pra você ficar aqui comigo.
Que cara de pau, mas eu já estava começando a gostar do assunto.
Ele deu a volta e veio para trás de mím, colocando a mão no meu ombro e falando.
_ Fica comigo está noite, vamos para o meu apartamento, depois se você quiser te deixo em casa.
Que FDP não sabe chegar em uma mulher.
_ Acho que você está me confundindo com uma de suas peguetes, Sr antony.
_ Não, eu sei o que estou fazendo e sei o que eu quero com você agora.
_E o que o Sr. quer comigo agora? (levanto viro de frente para ele olhando bem nos seus olhos)
_ Eu quero você agora de corpo e alma.
Minhas pernas tremiam, minha voz enrolou, fiquei pasma. Não sabia o que falar para ele.
Ele me pegou pela cintura de encontro ao seu corpo e me beijou demoradamente, passando as mãos pelo meu corpo me fazendo arrepiar a cada toque dele, comecei a ficar molhada, minha bucetinha já estava enxarcando de tesão, me entreguei completamente.
_ Tem certeza que é isso mesmo que o Sr deseja? E que depois disso irá me deixar em paz e continuará me respeitando como se nada tivesse acontecido aqui entre nós dois?
_ Eu não vou e não quero te deixar em paz, mas sim, eu irei continuar te respeitando todos os dias, e não vou esquecer jamais o que está para acontecer aqui entre nós dois.
Ele me levanta me fazendo sentar na mesa, beijando meu pescoço, lambendo, beijando minjas orelhas, foi tirando a minha blusa minha saia, depois meu sutian e por último minha calcinha me deixando completamente nua, enquando me beijava desabotuei sua calça e fui baixando com os pés lentamente até que vi o quão grande era o pau dele quando baixei sua cueca.
_ Nossa como ele é grande, deixa eu provar a sua pica seu safado gostoso
_ Vem cá minha princesa prove, ele é todo seu.
Peguei naquele mastro com vontade comecei a punhetar bem gostoso e ele só gemia
_ Vai minha putinha linda, chupa o meu pau, engole ele sua vadiazinha.
Comecei a lamber aquela pau delicioso, percorri toda a extensão daquele maravilhoso caralho, suguei aquele babinha deliciosa que saia muito, enfiei aquela tora de pau na minha boca e comecei um boquete gostoso, ele só gemia e falava coisas desconexas.
_ Que rola mais gostosa, meu chefinho lindo.
Quanto mais eu chupava mais ele gemia e puxava meus cabelos.
_ Que putinhaais safada, se eu soubesse que você fazia um boquete tão gostoso já teria trepado muito antes com você, agora vem cá, deixa eu retribuí você agora.
Ele levantou minhas pernas me deixando totalmente arreganhada em cima da mesa, foi penetrando seus dedos na minha buceta, e ficou estocando me tirando gemidos longos a altos
_ Vaaai, seu putinho me fodeee, uuuuh, aaaaiii.., mete com mais força, que dedos gostosos.
Ele baixou e caiu de boca lambendo todo o meu caldo, enfiando aquela língua gostosa na minha buceta e agora com dois dedos atolados no meu cuzinho.
_ Huuuum, iisssso, chupaaa, vaaai, toma o meu caldinho, seu puto, cachorro, aaaaiii…
_ Que buceta gostosa hein.. sua cadelinha.
Ele tirou a boca e posicionou a cabeça do pau pra minha buceta que só piscava pedindo pra ele me fuder, aaaaiii vai devagar, isso mete mais, vai rapidooo, hummm
_ Que puta gostosaaa, ooooh, uuuui, toooma cachorra, toma pica nessa buceta gostosa
Eu estava revirando os olhos de tão gostoso que tava aquela foda.
_ Mete Antony, meu Antony, vaaai caralho mete essa pica bem fundo vaaaai, isso, oooooh, vou gazaaar, vai rápido, to gazandooo.
_ Tá gozando piranha? Eu também vou gozar nessa buceta, vou inundar ela com meu leitinho quente.
_Vaaai, enche minha bucetinha de porra, seu caralho, aaaaiii…
Sentí aqueles jatos me inundando, a pressão que fazia quando espirrava dentro de mím, me fazia delirar de tesão.
Gozamos juntos, ele caiu em cima de mím, responda do forte, ofegante, e senti seu pau saindo amolencendo, levantei fui ao banheiro tomei um banho demorado, quando voltei a pizza já tinha chegado, eu estava tão fora de mim que nem ouví o entregador chegar, me sequi, vestí a roupa, comemos, e ficamos conversando.
_ Você é demais, adorei isso tudo, poderíamos repetir mais vezes. disse ele
_ Talvez, quem sabe um dia aí qualquer, agora tenho que ir está tarde
_ Eu te levo para a sua casa, Cláudia, não se preocupe.
_ Tudo bem, então se veste e vamos logo.
Vou pegar a minhaa coisas e ele pega o meu braço..
_ Você é linda, gostaria que ficassemos juntos a partir de hoje..
Continua… bjs, se gostarem conto como essa história termina. ?